Dos quase 1200 filmes inscritos no Festival de Cinema de Vitória deste ano, 333 tem realizadores matriculados em cursos de Audiovisual, no Brasil e no exterior. O número, que equivale a aproximadamente 30% das produções enviadas para a 26ª edição, é uma amostra do cinema que é produzido em universidades federais, institutos, escolas particulares e demais instituições de ensino, além de ser um indicador da crescente busca por profissionalização no mercado audiovisual.

Segundo dados do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), o Brasil tem 129 instituições com cursos superiores voltados à formação de profissionais na indústria audiovisual, sendo 35 públicas e 94 privadas. Na opinião do professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Espírito Santo e curador do Festival, Erly Vieira Jr., o número de inscrições prova a força dos cursos de cinema e audiovisual no Brasil, principalmente nos últimos 10 anos

Erly Vieira Jr

O professor Erly Vieira Jr. explica que o cinema universitário é um momento propício para a experimentação e para tentar ideias fora da caixa

Segundo o professor, o cinema universitário é um momento propício para a experimentação e para tentar ideias fora da caixa. “A cada ano a produção de cinema nas universidades tem crescido e isso se reflete no número de inscrições. Essa produção universitária muitas vezes se arrisca mais, tenta trilhar caminhos diferentes, e sempre temos boas surpresas entre os filmes recebidos”, conta Erly.

A instituição com a maior quantidade de inscrições é a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), com 18 filmes, seguida pela Academia Internacional de CInema (AIC) e pela Universidade Federal Fluminense, com 14 e 12 filmes cada, respectivamente.

O 26º Festival de Cinema de Vitória tem o patrocínio do Ministério da Cidadania, através da Lei de Incentivo à Cultura, da ArcelorMittal, do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA e da Ancine com o apoio da Rede Gazeta e da Prefeitura Municipal de Vitória. O Festival conta também com o apoio institucional do Centro Técnico do Audiovisual – CTAv. A realização é da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte.

Confira as 10 instituições de ensino com mais filmes inscritos no 26º Festival de Cinema de Vitória:

1º Ufes – Universidade Federal do Espírito Santo – 18 Filmes
2º AIC – Academia Internacional de Cinema – 14 Filmes
3º UFF – Universidade Federal Fluminense – 12 Filmes
4º Escola Darcy Ribeiro e Instituto Brasileiro de Audiovisual – 11 Filmes
5º Universidade Estácio de Sá – 9 Filmes
6º UFPEL – Universidade Federal de Pelotas – 8 Filmes
7º UFBA – Universidade Federal da Bahia – 8 Filmes
8º Unisul – Universidade do Sul de Santa Catarina – 7 Filmes
9º Unila – Universidade Federal da Integração Latino Americana – 7 Filmes
10º UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro – 7 Filmes