Uma imagem vale mais que mil palavras? Propondo um jogo entre a entre a narrativa visual e a narrativa sonora o filme Thinya, de Lia Letícia será exibido na 24ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas, que faz parte da programação do 27º Festival de Cinema de Vitória, que acontece entre os dias 24 e 29 de novembro, em formato online e gratuito. 

A ideia para o curta surgiu quando a diretora, que participava de uma residência artística em Berlim, encontrou em um “mercado de pulgas” álbum dois álbuns de fotografias de três décadas de aniversários, viagens e festas ocorridas entre 1960 e 1990 de uma mulher chamada Inge. 

A partir deste material, a diretora cria uma narrativa na qual a protagonista do material fotográfico ilustra textos de cronistas alemães que viajaram para o Brasil entre os séculos XVI e XVIII, e que são narrados na língua indígena do povo Fulni-ô (PE), o yathee, imprimindo novos significados para as imagens. “Trocando e confundindo os lugares entre colonizadores e colonizados, de forma irônica, brincando com essas posições, re-arranjando histórias latentes em objetos originalmente isolados” explica Lia.

Esses re-arranjos também aconteceram quando ela foi dar nome ao curta-metragem. “O filme mudou de nome quando a narradora, Maria Pastora Thinya Fulni-ô me questionou do porquê do filme ter o nome da mulher alemã (Inge, segundo as anotações dos álbuns) e não o nome dela,  já que ela era quem narrava e o estrelava” relembra a diretora. 

Sobre a seleção para a 24ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas ela considera  muito importante para o filme, que propõe uma estética mais experimental, ser exibido em um festival de alcance nacional. “Além disso, num momento político tão triste para o Brasil, compartilhar a cultura originária se faz não só importante, como essencial para nossa sobrevivência enquanto povo. Ficamos felizes pelo Festival de Cinema de Vitória se mostrar sensível e compartilhar esse olhar”.

Online

O Festival de Cinema de Vitória é o maior e mais importante evento de cinema do Espírito Santo. Sua 27ª edição se materializa de forma diferente em 2020. Entre os dias 24 e 29 de novembro, o evento será realizado em formato online, com as mostras exibidas na plataforma InnSaei.TV, no Canal de YouTube e nas redes sociais do evento. Os filmes estarão disponíveis para o público por 24 horas, de acordo com a programação, que será divulgada em breve.

O 27º Festival de Cinema de Vitória conta com o Patrocínio do Ministério do Turismo, através da Lei de Incentivo à Cultura, e do Banestes. Conta com o apoio da Unimed Vitória, da Rede Gazeta, do Canal Brasil, da Stella Artois e da Suzano. Conta também com o apoio institucional do Centro Técnico do Audiovisual (CTAv), da Tower Web, da Dot, da Link Digital, da Mistika, da ABD Capixaba, da Carla Buaiz Jóias, do Findes, do Sesi Cultural e da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo. A realização é da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA).

27º Festival de Cinema de Vitória
24ª MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE CURTAS

THINYA (FIC, 16’, PE), Lia Leticia

Minha primeira viagem ao Velho Mundo. Minha fantasia aventureira pós-colonial. [Um discurso muda uma imagem?] Classificação indicativa: Livre 

27º Festival de Cinema de Vitória
Quando: 24 a 29 de novembro
Local: InnSaei.TV, YouTube e Redes Sociais do FCV
Online e Gratuito