No #FCVemCasa você pode ver ou rever os filmes que fizeram parte da edição passada do Festival. Pensamos em vocês que estão em casa isolado socialmente em face à pandemia da Covid-19 no Brasil e no exterior. 

Esta seleção é pensada para os pequenos. Disponibilizamos uma seleção de 6 curtas-metragens, com Classificação Indicativa LIVRE com as mais variadas abordagens e temas. A curadoria de filmes do 20º Festivalzinho de Cinema de Vitória foi feita pela programadora audiovisual Rosemeri Barbosa, e é ela quem apresenta a Mostra:

“O Festivalzinho de Cinema de Vitória completa 20 anos em 2019. É bonito pensar em quantas crianças e adolescentes, que hoje já são adultos, passaram pelas sessões. Em seus 20 anos de existência, o Festivalzinho de Cinema de Vitória já atingiu um público de mais de 40 mil crianças, de 57 escolas do Espírito Santo.

Desde 2000, o Festivalzinho ajuda a formar plateias e a desenvolver a sensibilidade para as artes, muitas vezes promovendo o primeiro contato com o cinema. Ao longo de suas edições, a mostra já contabiliza mais de 160 sessões, servindo como importante ferramenta educacional.

O 20º Festivalzinho de Cinema de Vitória traz uma programação com seis curtas-metragens nacionais, entre os gêneros de animação e ficção. Voltado para crianças e adolescentes, entre eles estudantes da rede pública de ensino, o Festivalzinho sensibiliza os pequenos espectadores para as artes, promovendo, muitas vezes, seu primeiro contato com o cinema.

Ele é uma oportunidade para os estudantes terem contato com filmes vindos de diversas partes do Brasil, o que contribui para ampliar o repertório desse público. O Festivalzinho também estimula o pensamento crítico, colocando o público no papel de decidir o vencedor da mostra. Assim, a sessão de cinema é um momento de diversão e também um instrumento no processo educativo.”

Este texto faz parte do Catálogo do 26º Festival de Cinema de Vitória.

Uma boa sessão!

20º Festivalzinho de Cinema de Vitória

Classificação Indicativa LIVRE

Lily´s Hair (Raphael Gustavo da Silva, 15’, FIC, GO)

Lily é uma garota negra que não gosta de seus cabelos. Com a ajuda de Caio, seu amigo cadeirante, tenta ter os cabelos do jeito que sempre sonhou.

Na Casa da Bisa (Realização coletiva, 12’, ANI, RJ)

Dois irmãos que passam o fim de semana na casa da avó e em meio às brincadeiras, descobrem um passado distante de sua família desconhecido por eles até então.

O Malabarista (Iuri Moreno, 11’, ANI, GO)

Documentário em animação sobre o cotidiano dos malabaristas de rua, que colorem a rotina monótona das grandes cidades. 

Assista aqui

Metamorfose (Jane Carmen Oliveira, 5′, ANI, MG)

Em busca de aceitação e felicidade, uma menina se espelha nas pessoas ao seu redor.

Assista aqui

Vida Real (Camila Mezzeti e Ramon Faria, 1’, ANI, MG)

O que devemos fazer quando descobrimos que a vida não é, literalmente, uma vida de princesa?

8 Patas (Fabrício Rabachim, 2’, ANI, SP)
Ao receber uma visita inesperada, Beatriz se vê dentro de seu pior pesadelo. A aparição de uma pequena aranha transforma o conforto de seu lar em uma sucessão de desventuras, que provará que o maior perigo a enfrentar é o seu próprio medo.