Na noite da última sexta-feira (11), o Cine Metrópolis, em Vitória, sediou a Sessão Vitrine Petrobras com a exibição de Todos os Paulos do Mundo, longa-metragem de Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira. O evento também foi um pré-evento do 25º Festival de Cinema de Vitória. Após a exibição, o público teve a chance conhecer sobre os bastidores e sobre o processo criativo do filme em um bate-papo com o diretor Rodrigo de Oliveira que contou com a mediação do jornalista Paulo Gois Bastos.

Presente na sessão, o representante da Comunicação da Petrobras no Espírito Santo, Bruno Lima, disse se tratar de uma noite duplamente especial para a empresa: “primeiro pela Sessão Vitrine Petrobras, iniciativa que existe há dois anos e chega em 24 cidades brasileiras oportunizando a repercussão de filmes nacionais e contribuindo para a formação de plateia, uma dessas salas é o Cine Metrópolis e, segundo, por ser um pré-evento de um festival muito querido por todos nós, que é o Festival de Cinema de Vitória, que completa sua 25ª edição, certamente é uma grande conquista para qualquer festival chegar a esta marca. É muito bom estarmos perto desse projeto, dessa garra toda, tenho certeza que será um evento belíssimo”.

Para a produtora executiva do Festival de Cinema de Vitória, Larissa Delbone, é uma honra iniciar o calendário da edição comemorativa dos 25 anos do Festival com um filme que rende homenagem a um artista consagrado como Paulo José. “Esta sala representa bem a resistência do cinema, essa arte que é resistência, haja o que houver o cinema acontece. O cinema é uma arte que grita e o Paulo José é um representante ímpar dessa característica”. Quem também esteve presente na sessão para saudar o público foi o secretário de Cultura da Ufes, Rogerinho Borges.

Bem emocionado, o diretor Rodrigo de Oliveira (foto ao lado) transmitiu o carinho de Paulo José para o público capixaba: “ele mandou beijos e queria muito estar aqui, pois adora esta cidade, mas é difícil para ele viajar. Fazem umas duas semana que estou viajando pelo Brasil há 15 dias para divulgar o filme, mas tou sentindo um frio na barriga como se fosse a primeira exibição pública dele. Há cerca de 17 anos, quando eu frequentava esta sala, não imaginava que exibiria um filme deste porte aqui. Trabalhei e sou cria do Festival de Cinema de Vitória, foi no Festival que encontrei o Paulo José pela segunda vez na vida e é muito bom ter um filme meu iniciando os trabalhos da 25ª edição”.

Sobre o filme

 

 

 

 

 

 

 

De forma poética Todos os Paulos do Mundo narra a carreira do ator e diretor Paulo José com imagens de suas atuações em inúmeros trabalhos no cinema, teatro e televisão. Produzido por Vania Catani, da Bananeira Filmes, o longa também apresenta momentos atuais do artista e navega por estilos diversos de documentário.

Um ícone da arte e cultura brasileiras, Paulo José é um talento sem igual, carismático e dono de uma voz inconfundível. Todos os Paulos do Mundo narra a vida e a obra desse grande nome do cinema brasileiro através dos personagens que viveu e das reflexões que Paulo José, há vinte cinco anos convivendo com o Mal de Parkinson, consegue articular ainda hoje, às vésperas de seu aniversário de 80 anos. Diante da perda da voz, um artista que insiste em falar e que encontra em Todos os Paulos do Mundo a caixa amplificadora de seu verbo para o mundo.

25º Festival de Cinema de Vitória
E até o próximo dia 20 de maio estão abertas as inscrições para o 25º Festival de Cinema de Vitória. Podem ser inscritos filmes de todo o Brasil nos formatos de curta e longa-metragem nos diversos gêneros (ficção, documentário, animação, experimental, videoclipe etc). Com o patrocínio do BRDE, Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da Ancine e da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, e acontecerá entre os próximos dias 03 e 08 de setembro, em Vitória-ES, e, além das mostras competitivas, contará com lançamentos, debates, oficinas e homenagens. As inscrições são gratuitas e podem ser exclusivamente através do site www.festivaldevitoria.com.br.

Fotos Tati Huaer / Acervo Galpão Produções e IBCA

%d blogueiros gostam disto: