Warning: A non-numeric value encountered in /home/storage/d/a1/12/vitoriacinevideo/public_html/23fv/conteudo/themes/Divi/functions.php on line 5806

Homenagens

Dira Paes

Dona de papéis inesquecíveis no cinema, teatro e televisão, a atriz Dira Paes será a grande homenageada do 23º Festival de Cinema de Vitória. Foi aos 15 anos que ela, pela primeira vez, esteve em um set de cinema atuando na produção britânica “A Floresta das Esmeraldas”, de John Boorman. De lá pra cá, integrou o elenco de cerca de 40 filmes e em outros 15 trabalhos na televisão, o que lhe rendeu cerca de 30 prêmios. Com 47 anos completos no último mês de junho, essa paraense conquistou o coração do público brasileiro com interpretações cômicas e dramáticas, emprestando sua beleza mestiça e seu carisma a personagens como a cangaceira Dadá no filme “Corisco e Dadá”, de Rosemberg Cariry, ou a ingênua e engraçada Solineuza, do seriado “A Diarista”.

Graças ao seu talento e versatilidade, já foi dirigida por importantes diretores brasileiros e construiu uma carreira diversificada que se confunde, em uma certa medida, com o chamado cinema de retomada. Dira também é mãe dois filhos e aguerrida militante dos Direitos Humanos. Seu último trabalho na TV foi interpretando a professora Beatriz na novela “Velho Chico”, produção recentemente exibida.

Markus Konká

Com 62 anos completos no início deste ano, o ator, bailarino, coreógrafo e diretor Markus Konká será homenageado pelo 23º Festival de Cinema de Vitória. Nascido no Rio de Janeiro, também foi na Cidade Maravilhosa que ele iniciou sua carreia nos palcos, primeiro como dançarino e depois como ator. Na telona, atuou em cerca de 40 filmes, entre curtas e longas-metragens. Foi dirigido por importantes nomes do cinema nacional: Nelson Xavier, Ruy Guerra, Hector Babenco, Hugo Carvana, Arnaldo Jabour e Carlos Diegues. No Espírito Santo, atuou em filmes de Amilton de Almeida, Luiza Lubiana, Virgínia Jorge, Sáskia Sá, Luiz Tadeu Teixeira, Edson Ferreira, entre outros. Konká está no elenco de “Os Incontestáveis”, de Alexandre Serafini, e atuou nos três longas-metragens do diretor Rodrigo Aragão.

Markus Konká também já trabalhou como professor de arte cênica, preparador cênico com especialização em expressão corporal e preparador de elenco para cinema. Em 2009, dirigiu “Meninos da Guarani”, documentário que retrata e discute os processos de exclusão social de jovens e adolescentes da Avenida Guarani, avenida localizada em Jacaraípe, município da Serra. Konká interpreta o personagem “Pocu” da série “Dois Irmãos”, minissérie inédita da TV Globo com a direção de Luiz Fernando Carvalho que deve ir ao ar em 2017.

Otto Guerra

Um dos cinco brasileiros citados no livro que é a ‘bíblia’ da animação mundial, Animation Now, da editora alemã Tashen, o cineasta gaúcho Otto Guerra completou 60 anos em 2016 e será homenageado pelo 23º Festival de Cinema de Vitória. O patamar que a animação brasileira atingiu no cenário mundial nos últimos anos mistura-se com a trajetória de quase 40 anos da empresa Otto Desenhos Animados, produtora criada pelo diretor. “Até que a Sbórnia nos Separe”, terceiro e último longa-metragem de Otto, é resultado de uma lenta evolução na produção de conteúdos e também na técnica da animação.

O atual filme em produção do diretor é “A Cidade dos Piratas” que é baseado na obra da cartunista Laerte.